Home / Fidelização de Clientes / Salão de beleza: melhorando o atendimento ao cliente

Salão de beleza: melhorando o atendimento ao cliente

Nesse artigo, vamos mostrar ótimas dicas para elevar o padrão de atendimento ao cliente no seu salão. Se dedicar poucos minutos de seu tempo e ler com atenção cada um desses tópicos, vai poder utilizar algumas técnicas que fazem enorme diferença para conquistar e manter clientes.

Cada assunto foi cuidadosamente escolhido pensando em negócios como o seu, de profissionais que se dedicam à busca de conhecimentos técnicos que não são simples. Ao se relacionar com o cliente aplicando o que aprenderam com dedicação, notam pequenos detalhes no atendimento que poderiam fazer enorme diferença se mais bem trabalhados.

Não se preocupe! É assim mesmo que acontece e o bom atendimento é feito de detalhes, vamos começar com o mais importante. Boa leitura!

Conhecimento do público

Em qualquer negócio, existe uma tendência natural de organizar os detalhes de acordo com aquela frase: “trate os outros como espera ser tratado”. A partir dela, pensamos em tudo considerando nossa visão, ou melhor, como gostaríamos de ser atendidos.

O problema é que quem decide se gostou e vai voltar é o cliente e, na maioria das vezes, boa parte deles pensa diferente da gente. Por isso, é muito importante ouvir.

Você pode manter aqueles pequenos formulários impressos com perguntas sobre o atendimento, mas também pode perguntar diretamente ou usar de outras técnicas para conhecer suas clientes.

Comunicação e o bom atendimento ao cliente

Um segundo detalhe muito importante é a comunicação, que não está limitada ao que dizemos. Comunicar-se é transmitir uma mensagem e fazemos isso de duas formas:

Comunicação verbal

Vamos começar com o que mais entendemos por comunicação, que é o ato de dizer algo. Nossa comunicação deve ser especifica, por exemplo: quando dizemos que um salão faz serviços em geral, na verdade não estamos dizendo nada que já não saibam.

Uma comunicação eficiente deveria destacar o que é importante, por exemplo: “fazemos escova progressiva, corte e coloração”, ou simplesmente não dizer nada a respeito e falar de outros detalhes, como o fato de trabalhar com visagismo, por exemplo.

“Em geral” refere-se a tudo que todos os salões normalmente fazem; visagismo é algo que diferencia o seu estabelecimento dos outros. Você não precisa necessariamente trabalhar com visagismo, mas pensar no seu marketing, incluindo questões como seu diferencial, ajuda muito no atendimento.

O cliente tem sempre razão

É lógico que se uma cliente com o cabelo 01 pedir um loiro holandês, vai precisar alertá-la de que não vai ficar igual ao que ela viu na novela. A questão não é o que a gente diz, mas como dizemos.

O que precisamos entender com a frase é que, se entrarmos em confronto com a cliente, podemos ganhar a discussão, mas provavelmente perderemos a cliente.

Caso realmente aconteça algo parecido com o relatado acima, devemos começar por evitar rir do pedido e procurar explicar seriamente, mostrando as implicações com uma linguagem simples e demonstrando que conhecemos o assunto, para que a cliente confie na nossa avaliação.

Atendimento telefônico

Tenha muito cuidado com o telefone, evite deixá-lo tocando muito tempo e dedique atenção ao cliente. Quando estamos com pressa, no meio de um atendimento ou porque alguém acabou de chegar ao salão, podemos acabar transmitindo uma péssima imagem.

Todo o atendimento precisa sempre ser uma prioridade. Se não tiver alternativa e precisar de agilidade, fale isso para a cliente e solicite desculpas com sinceridade. Se ela perceber que você se importa, não vai se incomodar

Comunicação não verbal

Grande parte da nossa comunicação está nos gestos, desde a forma que olhamos, cumprimentamos e, no caso de um salão, tocamos nas clientes.

Procure usar de gestos parecidos com os das clientes. Quando são parecidos, a clientela tem a sensação de que está lidando com alguém com quem tem semelhanças e isso transmite uma mensagem de confiança e proximidade.

E nunca esqueça que um sorriso pode conquistar mais do que imaginamos. Detalhes como o tom de voz e o ritmo da fala (mais rápido ou lento) também funcionam melhor quando acompanham a cliente.

Organização do salão

Logo no início, mencionamos que o atendimento é feito de detalhes. É fácil de entender isso comparando com um restaurante, pois mesmo uma boa comida parece ter sabor diferente em um bom ambiente, com uma mesa arrumada, os copos limpos e um atendimento atencioso.

A mesma coisa acontece com qualquer negócio e especialmente em um salão, onde a pessoa entra para sair mais bonita. Quanto mais atenção aos detalhes, desde o som ambiente, o cheiro e os detalhes da decoração, mais vai poder proporcionar um momento agradável, que faça com que as clientes queiram retornar.

Agenda

Cuide para que não ocorram erros de agendamento. Para isso, mantenha sua agenda organizada e no horário. No caso de algum problema, trate a situação com cautela e procure identificar o que ocasionou o engano, assim poderá pensar em uma forma de evitar que volte a acontecer.

Treinamento

Todos os detalhes de que estamos falando funcionam muito bem quando pensamos neles, mas, para colocá-los em prática, é preciso o envolvimento de todos. Aí é que entra o treinamento. Pense em todos os detalhes como procedimentos e ensine a equipe.

Para ficar mais claro, siga o exemplo de um treinamento em colorimetria. Ele começa falando dos tipos de cabelos, anatomia do bulbo capilar e do fio, depois detalhes sobre o produto, sua aplicação no cabelo e, no final, explica o passo a passo da descoloração e da tintura.

Você pode fazer o mesmo com relação a cada detalhe. Eles também podem ser divididos em processos, seja o de atendimento do telefone ou outro qualquer.

Comportamento

Mantenha sempre uma atitude positiva. Alguns comportamentos devem ser evitados, como:

  • usar termos negativos (não posso, não dá);
  • falar mal de outras clientes;
  • tratar a cliente com muita informalidade (por apelidos, por exemplo);
  • passar clientes importantes na frente das outras;
  • deixar cliente aguardando;
  • falar muito alto no salão;
  • brigar com quem reclama do serviço.

Pode parecer muita coisa para se preocupar, mas, no final, tudo o que acabamos de relacionar aqui se resume a fazer a cliente se sentir bem segundo sua própria opinião sobre o que é um bom atendimento ao cliente. É como receber uma visita em casa e se preocupar em agradá-la.

Aliás, quanto mais pensamos sobre temas como esse, mais nos desenvolvemos profissionalmente. Assine nossa newsletter e receba mais conteúdos de qualidade e úteis, feitos especialmente para você que administra um salão!

Deixe um comentário

Seja o Primeiro a Comentar!

Notificar de
avatar
wpDiscuz