Home / Fidelização de Clientes / Programas de fidelidade: conheças 3 tipos e escolha o melhor para sua empresa

Programas de fidelidade: conheças 3 tipos e escolha o melhor para sua empresa

Os programas de fidelidade surgiram para incentivar o retorno dos clientes, visando satisfazê-los e premiá-los à medida que consomem no mesmo estabelecimento. Assim, esse tipo de programa incentiva a volta do consumidor à sua empresa.

Hoje em dia, é possível encontrar diferentes modelos promocionais utilizados em diversos tipos de negócios. Escolher o programa de fidelidade ideal para a sua empresa pode ser o que faltava para fidelizar a clientela.

Há empresas que aumentam o seu número de vendas em até 25% em poucos meses, apenas por aderirem a algum desses programas. Para se chegar a um resultado como este, é necessário entender a importância do programa de fidelidade e escolher qual o melhor modelo para ser implementado no seu negócio.

O grande problema na escolha de um programa de fidelidade é a variedade que há no mercado. Pensando nisso, trouxemos os 3 principais tipos de programas que o seu negócio pode utilizar. Confira!

Programas de Coalizão

Este tipo de programa funciona como uma parceria entre várias empresas, que se unem para criar uma coalizão em torno de uma moeda alternativa, que geralmente é representada por pontos. Eles ficaram muito famosos no Brasil nos últimos 10 anos, especialmente quando a TAM fez uma ‘spin off’ do seu programa de milhagens, o TAM Fidelidade, para criar a Multiplus. Outros grandes são o Smiles e o Dotz.

Dependendo dos participantes da coalização,  o consumidor pode ‘resgatar’ diferentes tipos de produtos, como recargas em seu aparelho celular, passagens aéreas, etc.

Na lógica desses programas, o cliente precisa estar constantemente consumindo em empresas parceiras para conseguir realizar a troca. Normalmente, a pontuação tem prazo de validade e só é possível trocá-la pelos prêmios já definidos.

Participar ou não de um programa de fidelidade por coalizão em uma empresa pode ser fator decisivo para a compra do consumidor, especialmente no e-commerce. Uma vez que a qualidade e o preço dos produtos estão equiparados, qualquer vantagem conta (ainda mais se faltarem poucos pontos para atingir o tão sonhado prêmio).

O que difere o programa de coalizão dos demais é o oferecimento de prêmios de diversos setores e empresas. Basta juntar os pontos, fazendo as compras normalmente, e escolher o prêmio que mais agradar. Quanto mais diversificados os prêmios e mais parceiros estiverem participando do programa, maior é o público abarcado por ele.

Um ponto importante sobre essa modalidade de programa de fidelidade é o fato de ele ser muito comum em supermercados, shoppings, empresas aéreas e outras empresas com grande fluxo de vendas.

Dessa forma, os prêmios oferecidos são mais genéricos e abrangem o maior número de consumidores possível. Dependendo da área de atuação do seu negócio, é melhor pensar com cuidado para avaliar se vale a pena ou não utilizar esse tipo de programa de fidelidade.

Programas de Cashback

Provavelmente, o modelo de programa de fidelidade mais recente no Brasil é o Cashback. A proposta desses programas é acabar com o sistema de pontuação e, em vez de oferecer prêmios à medida que o cliente compra, é permitido ao usuário receber de volta parte do dinheiro gasto na compra.

Esse modelo funciona da seguinte forma: o cliente compra em uma loja e utiliza o programa de fidelidade por Cashback. A loja, ao registrar o programa de fidelidade, repassa uma porcentagem do valor para a empresa de Cashback como forma de agradecimento pela parceria.

A empresa de Cashback, por sua vez, encaminha parte dessa quantia ao usuário e, com isso, a pessoa que fez a compra recebe uma parte do dinheiro utilizado de volta.

Esse tipo de programa de fidelidade é mais simples do que os dois apresentados anteriormente, por não ter prêmios definidos. Ele não permite personalizar o prêmio, como no modelo individual, e não tem vários benefícios para serem trocados, como no modelo de coalizão, mas oferece algo que o consumidor dificilmente recusaria: o dinheiro de volta. Para alguns comerciantes, esse formato não é muito vantajoso, porque o cliente recebe o benefício logo na primeira compra, sem necessariamente ter sido fidelizado.

Programas Personalizados

Os programas individuais são menos conhecidos do que os programas de coalizão, mas muito populares. Como a nomenclatura sugere, os programas individuais são criados por uma empresa, sendo que os pontos podem ser trocados por produtos e serviços oferecidos pela própria companhia.

Nessa categoria de programas de fidelidade estão os programas de milhas, por exemplo. Neles, voando uma determinada quantidade de milhas com a mesma empresa aérea, na próxima compra você receberá um upgrade (ao fazer a compra na classe econômica, por exemplo, você pode optar por se sentar na classe executiva) ou terá a opção de resgatar uma viagem, sem custo.

As empresas aéreas são apenas o exemplo mais comum desse modelo, mas existem supermercados, shoppings centers e demais companhias que utilizam a estratégia como forma de fidelizar os clientes.

Em alguns casos, os programas individuais podem ser feitos em parceria. Algumas empresas aéreas permitem a seus clientes acumularem pontos caso se registrem em um hotel específico ou façam compras em lojas parceiras.

Esse programa de fidelidade é menos abrangente do que o de coalizão. Ainda assim, no modelo individual, a recompensa do cliente é escolhida pela empresa que cria o programa, podendo interessar mais ao cliente do que as passagens aéreas e recargas telefônicas oferecidas pelo programa de coalizão.

A empresa tem a liberdade de pensar no próprio programa de fidelidade nesse modelo. Para criar um programa do tipo, é necessário seguir alguns passos, mas essa é uma alternativa que pode ser bem atraente. Na hora de colocar em prática, basta tomar cuidado com os erros, para ter certeza de estar fazendo o certo.

Essa pode ser uma opção interessante para quem quer personalizar a experiência do cliente. Se o seu negócio atua na área gourmet, em produção artesanal ou em algo que busque individualidade para o cliente, talvez essa escolha seja vantajosa.

 

Qual programa de fidelidade utilizar

A escolha pelo programa de fidelidade mais adequado para você envolve vários fatores. O ideal é que o programa seja o mais vantajoso possível ao seu público, para que, na hora da dúvida, ele possa ser um diferencial para garantir o retorno do cliente e sua fidelização — afinal, esse é o objetivo dessas promoções.

Gostou de ficar por dentro desse universo dos programas de fidelidade? Ficou com alguma dúvida? Entre em contato conosco, porque estamos prontos para te ajudar!

Deixe um comentário

1 Comentário em "Programas de fidelidade: conheças 3 tipos e escolha o melhor para sua empresa"

Notificar de
avatar
Ordenar por:   Novos | Antigos | mais votados
Sergio
Visitante

Para o ramo de sorvete qual seria a melhor opção.

wpDiscuz