Case Cinque Sensi - Encantando e surpreendendo clientes

Em 2016, num momento difícil para o comércio, Letícia Zodi decidiu abrir um restaurante na Vila Olímpia. O Cinque Sensi segue o modelo de buffet por quilo, muito comum no bairro comercial, mas surpreende pela variedade do cardápio, no qual ingredientes finos como ostras, polvo, e entrecôte aparecem com frequência.Conversamos com Letícia para entender quais são os desafios do Cinque Sensi, e como ela utiliza a Collact para se comunicar com seus clientes.

 

Em 2016, num momento difícil economicamente, Letícia Zodi decidiu abrir um restaurante na Vila Olímpia, o Cinque Sensi. Seguindo o modelo de buffet por quilo, comum em bairros comerciais, o local surpreende pela variedade do cardápio. Lá, o cliente encontra desde ingredientes comuns como arroz e feijão, até ostras, polvo e entrecôte.


Conversamos com Letícia para entender os desafios no Cinque Sensi e como ela utiliza a Collact para se comunicar com seus clientes.


Um buffet com uma proposta diferente

Letícia: Meu principal objetivo montando o restaurante era não fazer o que todo mundo faz. Para me expor e me arriscar, queria que fosse com uma paixão, mesmo que sem ganhar muito dinheiro. Não ia ser a minha cara.

A proposta sempre foi fazer uma comida gostosa e saudável, com um cardápio variado. Se o cliente vem comer todos os dias, ele não quer o mesmo cardápio. Por mais saudável que seja a comida, enjoa. O principal é ter criatividade e isso nunca falta — seja minha, do chef Lucas ou da equipe que trabalha aqui dentro. 

Nosso segundo objetivo é fazer com que as pessoas tenham acesso a comidas que nunca tiveram a chance de provar. Tem muita gente que quer provar comidas diferentes, mas não tem condições. Eu mesma, não sabia o que era uma trufa. 

 

Em um restaurante à la carte, por exemplo, esses pratos têm um valor alto. Então damos acesso para as pessoas conhecerem a gastronomia da melhor maneira possível. Quem vem aqui, e acompanha o restaurante, já comeu trufa, vieira, lagosta e polvo. Para os veganos e vegetarianos também sempre têm uma novidade. 

 

Tentamos trazer esse sonho de comer uma comida gostosa e de ter prazer na hora do almoço, em um buffet com um preço mais acessível para as pessoas. E elas não vão enjoar, porque cada dia tem uma novidade.


 

Buffet no Cinque Sensi, com frutos do mar na moranga

Aproveitando oportunidades para conquistar clientes


Letícia: Eu gosto muito de receber pessoas na minha casa para comer, é como se fosse um presente. Apesar de não cozinhar aqui no Cinque Sensi, eu queria manter essa ideia de estar recebendo uma visita e, por isso, decidi adaptar o modelo de negócio.

 

Na porta do restaurante, por exemplo, você é recebido com churros — o que conquista as pessoas assim que elas chegam. Oferecemos também chá ou água aromatizada como cortesia. Só depois disso o cliente chega ao buffet.

 

Quando estou no restaurante aproveito também para perguntar aos clientes o que estão achando ou se tem algo que podemos melhorar. Mas aqui todo mundo está sempre feliz e vai embora com uma lembrança boa. Essa é a intenção!


Sobremesa cortesia no restaurante Cinque Sensi

Divulgando os churros para viagem com a Collact

Oferta em destaque do Cinque Sensi: Churros cortesia


Letícia usou os churros, que já eram cortesia do restaurante, como Oferta de Aquisição e Oferta de boas-vindas na plataforma da Collact. Ou seja, usou uma ideia simples que não gerou nenhum custo a mais para aumentar o faturamento. O brinde, queridinho dos clientes, passou a trazer novas pessoas para conhecerem o restaurante.

Letícia: A gente tem que montar na hora o pacotinho, porque se o churros esfriar, não vai ficar tão gostoso. Mas quando entrego para os clientes, muitos brincam que comem tão rápido que não dá nem tempo de esfriar.

 

O legal é que vários clientes vêm por conta da promoção e eu não imaginava o quanto eles estavam satisfeitos de estar ganhando isso. Foi uma das vantagens que a Collact trouxe. Não teríamos como fazer essa ação um por um aqui no restaurante. 

 

O serviço atraiu, trouxe o cliente e deu um resultado muito bom. As pessoas vêm, compram, e vão embora apaixonadas, por uma coisa que eu não conseguia divulgar de jeito nenhum sem a ferramenta.

 

Até nossas fotos no Instagram estão presentes no aplicativo da Collact. Como  mudamos nosso cardápio diariamente, é lá que saem as novidades e é legal que assim as pessoas possam ver nossas postagens mais rápido.


Sobre a transição de cartõezinhos de papel para a Collact

Letícia: O mérito da mudança para a tecnologia da Collact é da equipe de atendimento. Antes vários clientes perdiam os cartões ou não queriam carregá-los. Agora isso não existe, o que é um grande benefício — principalmente para o cliente. 

Como a equipe de caixa já era treinada para oferecer nosso próprio programa de fidelidade, não foi difícil implementar o da Collact. Além disso, o cliente tem acesso a cardápio, telefone, endereço e diversas outras informações sobre o Cinque Sensi. A Collact é a nossa cara!


Lucélia: Na realidade, a Collact é uma inovação né? Então a gente tem que acompanhar essa inovação. O cartãozinho que a gente tinha, embora ele tenha contribuído bastante, os clientes esqueciam, eles perdiam. E agora com Collact, passando o cartão dele no pagamento, mesmo não passando o mesmo cartão, vai aparecer lá que eles consumiram, e vai ganhar os 5% [de crédito], isso é fantástico.Até os clientes mais antigos, que eram os mais relutantes, já adoraram. Alguns já tem R$20, já ficaram contentes, acharam bacana. No começo tudo é assim né, tem um tempo pra mudança, mas depois vira prática e fica tudo mais fácil.

Você também pode gostar destes posts.

voltar para o blog

Quer ter Collact no seu negócio?
Clique abaixo e contrate hoje mesmo.

Contrate