vale-a-pena-abrir-um-restaurante

Vale a pena abrir um restaurante?

Saiba quais são os benefícios de ter um restaurante e as melhores dicas para superar os desafios do setor.
Publicado em:
1/4/2022

Muitos sonham em abrir um restaurante, seja por uma paixão pela gastronomia ou por vontade de empreender. Daí o tamanho do setor de alimentação dentro do Brasil. Segundo a Associação Brasileira de Bares e Restaurantes (Abrasel), em março de 2020, existiam cerca de 1 milhão de negócios — entre eles restaurantes, bares e lanchonetes. No mesmo ano, o faturamento do setor chegou a R$ 629 bilhões.

Inclusive, o faturamento é um dos maiores benefícios de trabalhar com alimentação fora do lar. “O payback é maior porque você consegue abrir com menor investimento”, diz Mauricio Tocci, chef e consultor. Ou seja, a rapidez com que você consegue retorno do investimento é maior que de outros setores e estabelecimentos. 

Além disso, a demanda para bares e restaurantes é enorme e não vai deixar de existir nunca. É o que diz  Fernando Blower, diretor executivo da Associação Nacional de Restaurantes (ANR). 

“Se você estiver bem posicionado como marca, com um produto e uma boa localização, vai dar certo”

Mas, é importante ficar atento. Apesar de ser um mercado em constante expansão e com bons resultados, dados da Abrasel apontam que de cada 10 estabelecimentos que abrem, cinco fecham antes de completar dois anos. Isso porque manter um restaurante exige mais do que paixão. Os principais motivos de insucesso são: falta de conhecimento, gestão e planejamento, atendimento ruim, ambientes e estruturas inadequadas etc.

“Abrir um restaurante é um desafio grande, mas muito gratificante”, diz Blower. Para ele, trabalhar com hospitalidade e levar o bem-estar para os clientes é o que faz a diferença entre esse setor e outros. “Demanda vai ter sempre, contanto que você faça o dever de casa e se posicione bem no mercado”, afirma.

Tocci concorda que vale a pena investir em negócios de alimentação fora do lar. “Porém, cada vez mais deve-se pensar numa marca e conceitos fortes e muita pesquisa de mercado”, afirma ele.

Além disso, ele acredita que desenvolver um bom plano de negócios é bom para que os futuros empreendedores tenham uma projeção realista em torno do ponto de equilíbrio financeiro. “Ter capital de giro e não abri-lo contraindo dívidas, pois o retorno e a conquista de clientes pode demorar alguns meses, principalmente no delivery”, diz o consultor.

Blower complementa que também é importante se cercar de pessoas do mercado que possam te ajudar com uma visão estratégica e mais experiência. “Estude e converse muito de pessoas que têm conhecimento sobre o assunto”, diz o diretor executivo da ANR. “Você diminui os riscos se está cercado de pessoas que têm experiência”.

“Não basta saber cozinhar, é preciso estar preparado como gestor”

A dica de Tocci para poder crescer dentro do setor é saber identificar oportunidades. “Analise qual nicho está pouco explorado na região e porque ninguém ainda investiu nisso e também o comportamento do público-alvo”, diz. “Deve-se ter criatividade para fugir do ‘lugar comum’”.

Baixe grátis: Vale a pena ter um Programa de Fidelidade no meu restaurante?

E aí, você está preparado para abrir um restaurante e sair do lugar comum? Comente aqui embaixo suas dúvidas que vamos responder.

Barbara Bastos

Formada em Jornalismo, meu foco sempre foi em empreendedorismo  e negócios. Já trabalhei como repórter na revista Pequenas Empresas e Grandes Negócios. Hoje ajudo a tirar todas as suas dúvidas relacionadas aos mais diversos temas aqui no blog da Collact.

Você também pode gostar destes posts

voltar para o blog

Receba conteúdos Collact