Home / Sem categoria / 6 estratégias para otimizar a gestão financeira do seu negócio

6 estratégias para otimizar a gestão financeira do seu negócio

Ter finanças em dia é um dos requisitos para que o seu negócio seja um sucesso. Sem os recursos necessários, ele não pode investir, melhorar ou crescer. Eventualmente, a indisponibilidade de finanças pode comprometer a permanência da empresa no mercado.

Para que essa possibilidade não se concretize, é fundamental ter uma gestão financeira de alta qualidade. Para tanto, é preciso mudar alguns hábitos e, ao mesmo tempo, incluir outras rotinas e estratégias que fazem a diferença.

Pensando nisso, a seguir você vai acompanhar 6 estratégias para otimizar a gestão financeira do seu negócio. Confira:

1. Tenha uma conta separada para a sua empresa

Erro financeiro muito comum entre os empreendedores, a utilização de uma única conta para o negócio e para as despesas pessoais é a receita certa para confundir a administração das finanças.

Quando você mantém as duas contas juntas, é mais difícil acompanhar os resultados, já que não dá para saber se o caixa (ou a falta dele) é devido às suas finanças pessoais ou da empresa. Além disso, ter só uma conta impede a conciliação bancária em relação às finanças do empreendimento.

Para evitar tudo isso, o melhor é criar uma conta separada para a empresa. Essa é uma atitude que vai trazer mais controle e eficiência em relação às finanças, facilitando todo o processo.

2. Conheça todos os custos do negócio

Controlar as finanças empresariais se torna uma tarefa impossível se feita sem um conhecimento completo a respeito dos custos do negócio. Ao não conhecer esses valores, fica mais difícil se planejar e fazer previsões, além de cruzamentos e acompanhamentos sobre o que efetivamente saiu do negócio.

Por exemplo: se você não sabe se o seu negócio gasta R$ 5 mil ou R$ 10 mil por mês, qualquer valor vai parecer natural, mesmo que esteja muito acima do que deveria.

A melhor forma de corrigir esse ponto é registrando todos os custos do negócio. Identifique os pagamentos para fornecedores, os relacionados a empréstimos e financiamentos, o pagamento de taxas e assim por diante.

Isso vai permitir que você tenha uma visão completa sobre a matriz de custo do empreendimento, o que impede os gastos excessivos.

3. Elabore e acompanhe o fluxo de caixa

Uma estratégia praticamente indispensável quando o objetivo é otimizar a gestão financeira é elaborar o fluxo de caixa. Ele é uma ferramenta que consiste no registro de todas as movimentações, entradas e saídas, quanto às finanças.

Se o negócio recebe R$ 2 mil num dia e precisa pagar R$ 500 para um fornecedor, o registro disso no fluxo de caixa permite a compreensão de que, no dia, o caixa foi de R$ 1,5 mil. Eventualmente, isso faz com que você tenha mais controle sobre quais são os períodos com mais necessidade de caixa e quais são os com mais entrada.

Além de tudo, é uma forma de ter mais controle e entender exatamente para onde o dinheiro está indo. Por isso, é importante registrar toda e qualquer movimentação, mesmo que ela seja pequena a ponto de parecer insignificante.

4. Tenha um bom planejamento quanto às finanças

Uma das melhores estratégias que você pode utilizar é, sem dúvidas, estabelecer um planejamento adequado quanto às finanças. Quanto mais você investir em planejar como usar os recursos do seu negócio, menores são as chances de sofrer com a indisponibilidade de recursos ou com o excesso de custos.

Assim, baseando-se no que você conhece a respeito dos custos e receitas do negócio, monte um orçamento. Aloque os recursos conforme a disponibilidade e também de acordo com a necessidade do empreendimento. Ao garantir que áreas mais importantes recebam mais recursos, há mais chances de sucesso.

Além disso, você pode utilizar outros recursos para um planejamento mais adequado, tal como o fluxo de caixa. Baseando-se no histórico de movimentações, por exemplo, é possível estabelecer uma previsão de receitas e saídas de finanças.

Dessa forma, a gestão do negócio consegue determinar quais são os períodos com maior necessidade de caixa — como na época de pagamento dos fornecedores — e quais são os com maior disponibilidade de caixa.

5. Evite retiradas excessivas

O planejamento também serve exatamente para determinar o destino de cada recurso. Com isso, você precisa evitar retiradas excessivas, desnecessárias ou que não estejam previstas, porque isso pode atrapalhar toda a gestão financeira.

É importante ter a consciência de que cada retirada das finanças do negócio pode significar a perda de uma oportunidade de investimento ou crescimento.

Também é recomendado definir um pró-labore adequado para o seu mercado e para a sua empresa, de modo a evitar que você receba uma quantia que pode prejudicar o seu empreendimento.

6. Prefira a digitalização de dados

Fazer tudo isso de maneira manual, por outro lado, não é uma boa escolha. Por muito tempo, os balanços, fluxos de caixa e acompanhamentos eram feitos em livros ou em planilhas isoladas.

Com a descentralização de dados, era mais difícil cruzar a informação de vendas com os custos ou com outros resultados. Como consequência, o negócio perdia chances de otimização.

Porém, tudo mudou com a tecnologia e o seu negócio deve acompanhar a tendência se o objetivo é conquistar resultados melhores. Para tanto, procure diminuir o uso de documentos em papel e aumente a digitalização de dados.

Utilizar um software de gestão, por exemplo, garante que os dados sejam coletados e armazenados automaticamente, além de dar uma visão mais ampla dos negócios.

Ao pagar as faturas de maneira online, por exemplo, você garante que os dados sejam enviados mais facilmente para o software, permitindo um acompanhamento de custos mais eficiente.

Ao colocar em prática essas estratégias, que vão desde ter uma conta separada para a empresa até utilizar a tecnologia, a gestão financeira do seu negócio vai ficar melhor. Isso significa um aumento dos recursos disponíveis para melhorias, assim como ganhos importantes em relação à segurança e robustez.

Gostou do post? Como anda a gestão financeira do seu negócio? E quais são os seus desafios? Deixe um comentário e compartilhe suas experiências, dúvidas e opiniões!

Deixe um comentário

Seja o Primeiro a Comentar!

Notificar de
avatar
wpDiscuz